Nasrim Soutoudeh 

 

A Associação Portuguesa de Mulheres Juristas expressou junto das autoridades Iranianas o seu repúdio pela condenação a 33 anos de prisão e 148 chicotadas da advogada Nasrim Soutoudeh, ativista na defesa dos Direitos Humanos das Mulheres Iranianas.

Letter to the Iran Chief of Justice PDF

      

ERC

A A.P.M.J. denunciou à ERC como ofensivos da dignidade humana e violadores da CEDAW e da Convenção de Istambul os programas da SIC e da TVI “Quem Quer Namorar com um Agricultor?” e “Quem Quer Casar com o meu Filho?”.

Participação PDF 

Sobre Nós

A Associação Portuguesa de Mulheres Juristas é uma organização não-governamental de juristas, fundada em 1988, com o objectivo de contribuir para o estudo crítico do Direito sob a perspectiva da defesa dos Direitos Humanos das Mulheres.

Partilhe

Sede

NEWSLETTER

Receba todas as notícias da A.P.M.J. e ofertas especiais.