Intisar Sharif Abdallah

 Apredejamento

 

Uma Jovem mulher sudanesa, de 20 anos, foi condenada à morte por apedrejamento no passado dia 13 de Maio, pelo tribunal criminal de Ombada, no Sudão, pelo crime de adultério.

 

A A.P.M.J. juntou-se á campanha da Amnistia Internacional e apela a que seja enviada ao Presidente da República do Sudão - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.    -  esta cartaPDF

 

Mais informações em :

http://deathpenaltynews.blogspot.pt/2012/05/urgent-appeal-for-woman-sentenced-to.html

 

 

 

  • /14-noticias/282-conferencia-ar
  • /14-noticias/428-seminario-violencia-no-namoro

Sobre Nós

A Associação Portuguesa de Mulheres Juristas é uma organização não-governamental de juristas, fundada em 1988, com o objectivo de contribuir para o estudo crítico do Direito sob a perspectiva da defesa dos Direitos Humanos das Mulheres.

Partilhe

Sede

NEWSLETTER

Receba todas as notícias da A.P.M.J. e ofertas especiais.